O Potencial do Aço

27.03.2017

Segundo dados do VDEh Steel Institute: "A produção de 1 tonelada de aço corresponde a cerca de 2 toneladas de CO2, versus 10 toneladas de alumínio e mais de 20 toneladas de CFRP," comenta Christoph Keul, porta voz do instituto. "Quando consideramos a reciclagem na pegada ecológica, a produção de 1 tonelada de aço ao longo de vários estágios de recliclagem liberta menos de 1 tonelada de dióxido de carbono."

As possibilidades para reduzir o peso e o consumo de matéria prima para componenentes forjados foi estudada, por exemplo, pela “Large-scale Lightweight Construction Initiative”. Um estudo com base num veículo de passageiros, seguido de um outro estudo com base num veículo comercial foram publicados por esta associação de empresas produtoras de aço. Desde o final de 2014 até Outubro de 2015, as 28 empresas e institutos participantes analisaram o veículo de referência: uma carrinha com um peso total de 3,5 toneladas incluindo carga, com 120 kW, um motor de 2,1 litros e injeção directa turbo diesel, bem como transmissão manual e tracção às rodas traseiras.


A conclusão do estudo foi a seguinte: do peso considerado de 2.394 kg, 845 kg correspondiam a componentes produzidos em massa, o que representava o potencial e optimização do estudo. A invstigação resultante identificou poupanças potenciais de 99kg. Devido ao facto de que no corpo são utilizadas folhas de aço e de alumínio, esta poupança poderá ser aplicada maioritariamente no chassi e mecanismo de direcção.


"Isto representa mais 99 kg de carga para o mesmo peso total, ou - com a mesma carga - uma redução do peso e no consumo de combustível," é como Hans-Willi Raedt, Vice President da Hirschvogel e porta voz da iniciativa "Lightweight Construction?", descreve este potencial. Não ficou surpreendido com os resultados: "Ao contrário de muitos componentes, os componentes produzidos em massa têm recebido muita pouca atenção ao longo das últimas décadas."


in http://www.hannovermesse.de

voltar